FANDOM


Yugo é o principal protagonista de Wakfu: A série animada. Ele é um Eliatrope de 12 anos de boa índole e irmão do dragão Adamai. Como um Eliatrope, Yugo é capaz de criar portais que ele pode usar para transportar a si mesmo ou outros objetos em distâncias curtas. Ele parece estar intimamente ligado à história do mundo. Aventureiro e de bom coração, a busca de Yugo para descobrir o que aconteceu com o seu povo começa a trama.

História antes da sérieEditar

Yugo é um dos seis Eliatropes originais, uma civilização que existiu muito antes dos eventos da série animada ou do jogo. Os Eliatropes se originaram em um mundo distante do Mundo dos Doze e fugiram quando foram atacados por uma raça espacial conhecida como Mecasmos. Depois de se aventurar pelo espaço por um longo tempo, eles pousaram no Mundo dos Doze. Yugo e seu irmão dragão, Adamai, eram os aventureiros dos seis e, mais tarde, Yugo foi nomeado rei dos Eliatropes. No entanto, isso fez com que um dos outros seis, Qilby, ficasse extremamente irritado. Em sua raiva, ele conseguiu entrar em contato com um dos Mecasmos, Orgonax, que viajou para o Mundo dos Doze para eliminar o restante dos Eliatropes.

Yugo e Adamai foram mortos no ataque, mas por serem um dos seis originais que receberam o poder da reencarnação, eles renasceram dentro de seus respectivos dofus. Grougaloragran mais tarde recuperou o dofus e o levou adiante até o atual Wakfu. Ele confiou o bebê Yugo a Alibert, enquanto ele levava Adamai com ele.

PersonalidadeEditar

Yugo é um otimista, cujo senso de humor não diminui por um momento e que nunca deixa passar um bom desafio.

Ao mesmo tempo, ele é um menino gentil, puro de coração e bastante maduro para a sua idade. Sua compaixão não tem limites, pois ele sempre quer dar uma ajuda, mesmo quando se dedica a planejar suas jornadas e aventuras.

Ele tem uma grande vontade de aprender sobre seu passado e desvendar os segredos de sua raça. Sua natureza altruísta o protege das palavras corruptas de Qilby. Yugo pode ser misericordioso, mas sabe quando as ações de alguém são imperdoáveis, quando ele prendeu Qilby na Dimensão Branca em vez de matá-lo, e mesmo em suas vidas passadas ele foi descrito como um aventureiro compassivo.

Poderes e habilidadesEditar

Yugo possui várias habilidades como Eliatrope, mas por ter esquecido o que houve em sua vida passada, muito de seu potencial verdadeiro se mantém oculto na maior parte do tempo.

  • Criação de Portal: Yugo tem a capacidade de convocar portais, girando a mão em um movimento circular e jogando-os para onde ele gostaria que  aparecessem. Yugo os usa para manobrar e confundir seus oponentes em batalha, permitindo que ele mude instantaneamente de posição. Ele também demonstrou a capacidade de redirecionar praticamente qualquer ataque lançado a ele, seja em seu oponente, ou apenas para evitar ser atingido. Inicialmente, ele só podia conjurar um único conjunto de portais de cada vez e estava limitado a áreas que ele pudesse ver. No entanto, na época dos OVAs, com sua concentração, ele foi capaz de formar dezenas de portais sob os pés de todos os convidados no casamento de Amalia, enviando-os simultaneamente para uma área completamente separada. Quando empoderado pelo seis dofus Eliatropes, ele foi capaz de evocar um portal do tamanho de uma ilha através de dimensões, um feito realizado anteriormente apenas por Qilby, com o poder do Eliacubo (que só podia conjurar um portal interdimensional de tamanho acima da média).
  • Impulso do Portal: Enquanto treinava com o Adamai, descobriu-se que ao formar rapidamente portais sucessivamente à sua frente, Yugo pode alcançar uma forma de movimento em alta velocidade, aparecendo como pouco mais que um fluxo de energia em movimento no ar. Yugo faz uso disso quando lida com inimigos no ar, e pode usar a si mesmo como uma espécie de míssil nesse estado. Quando empoderado pelo Eliacubo, sua velocidade nesse estado é tanta que até um poderoso Xelor como Nox foi incapaz de rastrear seus movimentos e recorreu ao uso de um feitiço para congelar o tempo.
  • Rajada do Portal: Uma habilidade que cria um poderoso feixe de energia. Isso é feito pela sobreposição de dois portais de uma só vez. À medida que a série progride, o domínio de Yugo sobre este poder em particular melhora muito, sendo capaz de convocar as explosões sem o mesmo nível de tempo para seus portais, bem como ajustar o tamanho e o poder de suas explosões. Em um jogo de tiro contra um grupo de piratas, ele mostrou grande precisão em seus tiros, sendo capaz de explodir buracos perfeitamente centrados através de quatro moedas de ouro lançadas para cima antes que caíssem no chão.
  • Sensor de Wakfu: Yugo foi ensinado a perceber o Wakfu do mundo ao seu redor por Adamai, permitindo-lhe um sexto sentido que o faz ver sem seus olhos, percebendo o Wakfu em torno dele, o Wakfu de criaturas vivas, plantas e como é o ambiente.
  • Voar: O povo Eliatrope possui asas feitas de puro Wakfu. As asas estão presas à cabeça crânio e estão quse sempre cobertas por um chapéu. Yugo e os outros Eliatropes usaram sua habilidade de voar para atacar Qilby implacavelmente.
  • Cozinhar: Com seu pai adotivo, Alibert, Yugo se tornou um cozinheiro surpreendentemente bom, muitas vezes ajudando Alibert a cozinhar e servir refeições em seu restaurante. Ele também tem talento suficiente em culinária para ser capaz de compreender os princípios da panificação em um único dia, atingindo um nível de habilidade suficiente para permitir que ele atue como assistente de um mestre padeiro em uma competição nacional.
  • Guardião de Shushu: Yugo é um guardião, embora não oficialmente, por ter escolhido ser responsável por Scribble, um Shushu menor preso dentro de um mapa. A natureza Shushu de rabisco geralmente o encoraja a sacanear os aventureiros ao redor, mas ele é muito mais agradável com Yugo.
  • Longevidade: Como todos os Eliatropes, Yugo envelhece muito mais devagar que o resto dos personagens da série. Mesmo depois de 6 anos, sua aparência ainda é fisicamente a mesma.
  • Armas de Wakfu: A princípio um poder temporariamente concedido pelo dragão Phaeris, Yugo foi capaz de formar seu Wakfu em uma espada e escudo compostos inteiramente de sua energia. Depois de derrotar Qilby, a habilidade acabou, embora Phaeris declarasse que Yugo naturalmente desenvolveria o poder quando crescesse e amadurecesse. Yugo recuperou suas armas de Wakfu seis anos depois. Em seu primeiro uso, o escudo provou ser capaz de bloquear uma rajada do muito mais experiente Qilby, enquanto ele estava em posse do Eliacubo (embora a força cinética por trás da explosão não foi completamente negada, pois Yugo ainda sofreu dano). Na batalha contra Ogrest, o escudo provou ser capaz de bloquear os ataques do monstro e a espada foi capaz de perfurar as escamas de um dragão (Yugo estava empoderado pelos dofus Eliatropes).
  • Semi-Imortalidade: Assim como seus irmãos, Yugo é semi-imortal e pode potencialmente viver para sempre. Ele ainda pode morrer, mas se ele perecer fisicamente, sua energia Wakfu (alma) retorna ao dofus Eliatrope que ele divide com seu irmão gêmeo Adamai, onde ele permanecerá até que ele e seu irmão ocupem seu dofus e recuperem energia Wakfu suficiente para renascer. Yugo e Adamai não se lembram de suas vidas passadas, e podem reencarnar enquanto seus dofus permanecerem intactos.

Yugo no jogoEditar

Yugo pode ser encontrado no restaurante de Alibert, em Emelka. Ele está estudando para ser um cozinheiro tão bom quanto seu pai.

TriviaEditar

  • Os poderes da classe Eliotrope foram inspirados a partir das habilidades de Yugo, pois ele é praticamente o criador da classe.

GaleriaEditar